Sintra investe mais de 2 milhões na requalificação de escolas

A Câmara Municipal de Sintra aprovou a abertura de concursos públicos para empreitadas de conservação e beneficiação de escolas EB 2, 3, no valor total de 2 milhões e 113 mil euros.

Foram assim aprovadas a abertura de concursos públicos para 2 empreitadas agrupadas em 6 lotes que englobam 18 estabelecimentos de ensino definidos pela proximidade geográfica.

As empreitadas têm como objetivo garantir as boas condições de funcionamento dos estabelecimentos de ensino do segundo e terceiro ciclo e incidem sobre a reabilitação e recuperação dos revestimentos de paredes e pavimentos, pinturas interiores e exteriores e correção de patologias identificadas.

Para Basílio Horta, presidente da Câmara Municipal de Sintra, “investir nas escolas é uma das nossas prioridades. Não podíamos conviver com escolas obsoletas, sem as condições favoráveis a uma educação digna. E é por isso que este investimento tem de ser feito, para devolver dignidade a quem aprende e a quem ensina e constrói todos os dias o futuro de Sintra.”

Os estabelecimentos a serem intervencionadas são as escolas António Sérgio, D. Domingos Jardo, Dr. Rui Grácio, Mestre Domingos Saraiva, Alto dos Moinhos, D. Carlos I, Rainha D. Leonor de Lencastre, Escultor Francisco dos Santos, Ferreira de Castro, Maria Alberta Menéres, D. Pedro IV e Professor Agostinho da Silva.

A segunda empreitada abrange as Escolas Básicas 2, 3 D. Fernando II, Colares, Alfredo da Silva, Agostinho da Silva, Galopim de Carvalho e Ruy Belo.

O plano de intervenção para as escolas passa pela conservação e reabilitação dos edifícios para inverter a trajetória de décadas sem conservação, de forma a garantir boas condições de funcionamento, garantido as condições de conforto dos mesmos.

Recorde-se que o Plano de Investimentos nas Escolas de Sintra foi apresentado em março de 2018 e prevê a intervenção em 98 estabelecimentos de ensino, compreendendo mais de 30 mil alunos, num investimento total de cerca de 24 milhões de euros dos quais 3 250 milhões de fundos comunitários.

Image
Image
Image