Image

Recordando o Gregório das queijadas

gregorio 

A 22 de Janeiro de 1947 morria o político e fundador da casa de queijadas Gregório.Gregório Casimiro Ribeiro iniciou-se como fabricante por volta de 1890, e em 1910, foi o primeiro administrador do concelho do período republicano, sendo Fernando Formigal de Morais presidente da Câmara. 

Em 1911, associou-se a José Ambrósio, enteado de Josefa Neves da família “Sapa”, para fabricar as queijadas que eram vendidas no “Café Pérola de Sintra”, de João Cunha, onde, segundo José Alfredo Azevedo, mais tarde foi a sede do Hockey Club de Sintra.

Em 1916, depois de dissolvida a sociedade que entretanto tinha feito com José Ambrósio, estabeleceu-se por conta própria no Largo de Regedor, em S. Pedro, denominando as queijadas que fabricava com a marca “Fábrica de Queijadas Recordação de Sintra”.

Entre 1925 e 1927 decide construir uma pousada em forma de castelo, "rivalizando" assim com o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena nos montes seguintes da Serra, para de certa forma o "dar" aos visitantes de Sintra, hoje conhecido como Castelo do Monte Sereno. 

Ao que parece, em meia dúzia de anos o projeto foi abandonado, por razões monetárias. Em 1933, o casal Sessel adquire a ruína, e com o auxílio do arquiteto Jorge Santos, é levantado num dos cumes de Sintra um novo edifício acastelado, projetado como com um escalonamento de pequenos zigurates em suas duras linhas verticais de áspero cimento, formas do estilo Art Deco.