Prémio Ruy Belo atribuído ao livro "Estrada Nacional", de Rui Lage

Prémio Ruy Belo / 2018, destinado a galardoar uma obra poética publicada no biénio 2016/2017, foi atribuído, por unanimidade, ao livro "Estrada Nacional", de Rui Lage, editado em 2016 pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

O júri, composto por José Manuel Mendes, pela Associação Portuguesa de Escritores, Liberto Cruz, em representação da Associação Portuguesa dos Críticos Literários, e Ricardo António Alves, designado pela Câmara Municipal de Sintra, destacou em ata “uma poética de acentuado rigor formal, dotada de uma cosmovisão própria, em que tradição, humor e experiência inovadora se enlaçam de forma notável.”

Ao Prémio Literário Ruy Belo – Obra poética publicada concorreram 73 obras de autores angolanos, brasileiros, cabo-verdianos e portugueses.

Em edições anteriores, o Prémio Ruy Belo distinguiu Pátria Soberana seguido de Nova Ficção, de António Ramos Rosa; Obra Poética, volume I, de Artur do Cruzeiro Seixas; A Flor dos Terramotos, de Manuel de Freitas; e na Voz de um Nome, de Fernando Guimarães.