Image

Festas das Azenhas do Mar em destaque este fim de semana

Até dia 11 de agosto, as Azenhas do Mar são palco para as tradicionais Festas de S. Lourenço, de entrada livre, com arraiais, concertos, bailes e muita diversão.

No dia 10 de agosto, dia de São Lourenço, às 16h30, realiza-se a Missa Solene presidida pelo Pároco de Colares, o Padre José António Rebelo da Silva, seguida da Procissão Solene. Pelas 23h00, os Kumpanhia Algazarra convidam a dançar com muita animação e divertimento. As festas terminam com o concerto de Jorge Palma, no dia 11 de agosto, às 23h00.

O relvado do Parque de Monserrate recebeo ciclo de cinema “Esplendor na Relva”, sob o tema “Os Heróis”, até dia 31 de agosto, às sextas, sábados e domingos. “A Paixão dos Fortes” é a proposta para o serão do dia 10 de agosto, pelas 21h30 e, a pensar nos mais novos, no dia 11 de agosto, pelas 16h00, será exibido o filme “Tarzan”.

O espetáculo “Nocturnus” está em cena na Quinta da Regaleira, até dia 7 de setembro, às sextas e sábados, pelas 23h59. Nocturnus é uma criação original que pretende explorar e fundir o universo literário de Edgar Allan Poe, com o cenário esotérico de Sintra.

“Odrinhas, testemunha do passado”, é o percurso pedestre dedicado à Água e inserido no Projeto 3 Temas, 3 Rotas, que a Câmara Municipal de Sintra promove no dia 10 de agosto, com ponto de encontro às 9h15, no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas.

O MU.SA – Museu das Artes de Sintra tem patente a exposição “O Espaço ilimitado da pintura” obras da coleção de Nadir Afonso, que se insere nas comemorações do centenário do nascimento do pintor, datado de 4 dezembro de 1920. Grande parte das obras expostas são da coleção de Laura Afonso, viúva do pintor, e da Fundação Nadir Afonso. 

“Agricultores e Pastores da Pré-História – Testemunhos da Região de Sintra” é a mostra que está patente no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, onde se reúnem mais de 500 objetos que testemunham a densa ocupação humana de Sintra durante a Pré-história recente, ou seja, desde meados do 6.º milénio (Neolítico antigo) até finais do 3.º milénio A.C. (Calcolítico final).