Árvore em risco de queda no centro histórico de Sintra intervencionada pela autarquia

Após um longo processo de avaliação e tentativas de evitar o aumento permanente da inclinação de uma árvore – uma Tília Cordata – no centro histórico da vila de Sintra, a Câmara Municipal de Sintra decidiu, de forma a salvaguardar a segurança do elevado número de pessoas que circulam na zona, proceder à remoção da referida árvore.

Os serviços camarários constataram que a referida árvore apresentava uma inclinação na ordem dos 35 graus, o que originou a deformação na calçada. Esta situação levou a autarquia a solicitar um relatório de perigosidade ao ISA – Instituto Superior de Agronomia, tendo sido atribuído nessa avaliação "risco de queda elevado". A instituição concluiu que a árvore em causa podia provocar grave danos a pessoas e bens.

Neste sentido a autarquia, nos termos do Regulamento de Gestão do Arvoredo de Sintra, solicitou à Comissão Consultiva, constituída por 9 entidades idóneas com conhecimento do território e com competência científica e técnica, emissão de parecer sobre o procedimento a adotar. 

A comissão deu parecer positivo ao abate da árvore em questão e à substituição por outra de menor porte.

Esta proposta foi apresentada em reunião do executivo da Câmara Municipal de Sintra, tendo sido aprovada por unanimidade.

O processo para a remoção da árvore está agora previsto para breve.

Image

Campanha "Sintra Chama" apela à limpeza de terrenos

Image
Image