Voto de pesar a João Francisco Justino

comendador joao justino

O executivo municipal aprovou hoje por proposta do presidente, em reunião de câmara, um voto de pesar e um minuto de silêncio em homenagem ao Comendador João Francisco Justino, ex-presidente da Câmara de Sintra. Basílio Horta já tinha decretado ontem que a bandeira do Município permaneça a meia haste até às 24h de 27 de agosto.

Voto de pesar:

“João Francisco Justino faleceu esta segunda-feira, dia 25 de agosto, aos 83 anos de idade.

Eleito presidente da Câmara Municipal de Sintra em 1989, serviu de forma empenhada e dedicada os munícipes de Sintra.

O Comendador João Francisco Justino foi distinguido, em 1980, com a comenda de Mérito Agrícola e Industrial, pelo então Presidente da República Ramalho Eanes, e a Câmara de Sintra atribuiu-lhe, em 1985, a medalha mérito municipal, grau ouro.

Em 2012 recebeu a medalha mérito municipal, grau ouro, na classe empresas.

O Comendador João Francisco Justino foi um grande empresário, a quem Sintra e a economia nacional muito devem. O emprego que criou, designadamente pela dinamização da economia local, bem como pelo importante papel ao nível das exportações e a forma como desenvolveu os seus projetos empresariais, são o testemunho de um homem que marcou a comunidade.

Atendendo ao seu contributo para a economia do concelho e do país e as suas qualidades humanas, assim como o seu cargo de presidente da Câmara Municipal de Sintra, determinei que a bandeira do Município seja hasteada a meia haste até às 24h de 27 de agosto e proponho um Voto de Pesar em homenagem ao Comendador João Francisco Justino, um minuto de silêncio durante a reunião do executivo municipal e apresentar à Família as mais sentidas condolências.”

Discurso do presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta 


Imprimir