Sucesso educativo em debate em Sintra

O “I Fórum Sintra ES+", subordinado ao tema “Inclusão nas escolas: Utopia ou Realidade”, realiza-se no dia 12 de dezembro, às 9h30, no Centro Cultural Olga Cadaval.

Esta iniciativa insere-se no projeto “Sintra ES+” que prevê a criação de fóruns educativos com o objetivo de partilhar boas práticas municipais, bem como o debate e reflexão sobre questões pertinentes para o sucesso educativo no concelho de Sintra.

Neste sentido, a participação dos agentes educativos neste fórum é uma mais valia para o debate e reflexão sobre as questões respeitantes à promoção e melhoria do sucesso escolar dos alunos. Trata-se de uma iniciativa aberta a docentes, encarregados de educação, técnicos e especialistas de educação, bem como a outros agentes e técnicos das áreas sociais e de saúde, representantes de entidades publicas e privadas.

A redução, a prevenção do abandono escolar precoce e estabelecimento de condições de igualdade no acesso à educação desde o pré-escolar ao secundário, incluindo percursos de aprendizagem formais, não formais e informais, para a reintegração no ensino e formação, enquadrado na Tipologia – Planos Inovadores de Combate ao Insucesso Escolar, insere-se na estratégia Europa 2020, na qual estão definidos cinco grandes objetivos para a década 2010/2020, entre eles, a redução das “taxas de abandono escolar para níveis abaixo dos 10%” e “aumentar para, pelo menos, 40% a percentagem da população na faixa etária dos 30-40 anos que possui um diploma do ensino superior”.

Assim, no âmbito do desenvolvimento destes Planos implementou-se em Sintra o projeto – “Sintra ES+”, estando prevista a realização de fóruns educativos que têm como objetivo a partilha das boas práticas municipais, bem como o debate e reflexão sobre questões pertinentes para o sucesso educativo no concelho de Sintra.

Este encontro está incluído no Projeto “Planos Inovadores de Combate ao Insucesso Escolar no Concelho de Sintra”, cuja candidatura ao Programa Operacional Regional de Lisboa 2020 representa um investimento valor global de 1.953.783,46 €. A verba envolvida conta com uma taxa máxima de comparticipação comunitária (Fundo Social Europeu) até 50%, sendo os restantes 50% da responsabilidade do Município.

Inscrições AQUI 

 

Image
Image
Image