Image

Projeto Sintra Inclui garante resposta de emprego a 4 dos 12 jovens participantes

 E7A3949-4

Com o objetivo de dar retorno dos resultados atingidos até este momento, nomeadamente junto dos próprios jovens e suas famílias, agrupamentos de escola, empresas e outras entidades,  proporcionando um momento de avaliação intermédia entre todos os envolvidos realizou-se no dia 13 de fevereiro, uma sessão de avaliação intermédia do Projeto Sintra Inclui.

Participaram no projeto 12 jovens, que no  ano de 2015 estiveram  em  empresas do concelho a realizar tarefas socioprofissionais com resultados significativos. Estas experiências, extremamente enriquecedoras, produziram nos jovens uma melhoria significativa ao nível da auto-estima, da autonomia, da aquisição/revelação de competências/vocações, criando-se a convicção generalizada de que estes jovens, são capazes de realizar uma transição normal para a vida ativa, adaptando-se e ajustando-se a novos contextos ocupacionais e relacionais.

Estiveram envolvidas no acolhimento aos jovens 13 entidades do concelho de Sintra, Apametal; Caixa de Crédito Agrícola; Centro de Cultura e Desporto Sintrense; Estevão Luís Salvador; Hotel Tivoli; Mercedes Benz; No Stress Team, Ornimundo; Parques de Sintra Monte da Lua; Resiquímica, Real Sport Clube, Tabaqueira, Junta de Freguesia de Rio de Mouro e Câmara Municipal de Sintra.

O projeto garantiu ainda a formação dos pais e encarregados de educação, ao longo do ano, espaço de partilha e de aprendizagem mútua, essencial à consciencialização da importância da autodeterminação dos seus filhos e valorização do processo de autonomia de cada um.

Neste momento  estão a  ser  desenvolvidas soluções de encaminhamento e de empregabilidade para alguns dos jovens participantes, através de medidas ativas de emprego dirigidas, ou não, às pessoas com deficiência.

O Sintra Inclui, continuará a estar no terreno, quer através do apoio aos alunos com PIT (Plano Individual de Transição), que frequentam os estabelecimentos de ensino da rede pública, quer através da Fábrica do Empreendedor de Agualva- Cacém, estrutura de continuidade no encaminhamento e apoio às pessoas portadoras de deficiência.

Image
Image
Image