Image

Sintra vai ter um Centro Unesco

unesco

Sintra vai ter um Centro UNESCO e assinou protocolo nas comemorações dos 70 anos da Organização, numa cerimónia realizada no Palácio Nacional de Sintra, no dia 16 de novembro.

 O protocolo assinado entre a autarquia e a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) para a criação do Centro tem por objetivo promover os vários programas da Organização de modo a “apoiar os Direitos Humanos, contribuir para a formação cívica e democrática, favorecer a compreensão internacional e o diálogo entre povos e, também, difundir a informação da Unesco ao nível local” afirmou o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta.

 A cerimónia das comemorações começou com um minuto de silêncio - a pedido de Basílio Horta - em homenagem às vítimas do atentado ocorrido na passada sexta-feira em Paris, França, e o pior dos últimos anos na Europa.

No ano em que Sintra celebra os 20 anos de classificação como Paisagem Cultural, Basílio Horta manifestou “orgulho e honra” por Sintra ter sido escolhida para a realização das comemorações dos 70 anos da UNESCO, destacando que “os objetivos de Sintra e da UNESCO confundem-se na sua essência por serem os mesmos”. 

 O Centro UNESCO de Sintra vai juntar-se aos 4000 existentes em todo o mundo e será o 41º primeiro em solo nacional. A presidente da Comissão Nacional da UNESCO, a embaixadora Ana Martinho, no seu discurso referiu a importância da abertura de mais um Centro UNESCO: “Desta forma continuam-se a cumprir os objetivos da criação da Organização tão imprescindíveis e atuais nos desafios do mundo globalizado de hoje”.

O convidado de honra da cerimónia, presidente do Centro Nacional de Cultura, Guilherme d’Oliveira Martins evocou a história de Portugal na UNESCO, através das comissões que “têm um papel fundamental devido a proximidade com os cidadãos, um dos valores do código genético da Organização”. O ex- ministro relembrou a data da entrega da candidatura de Sintra e que resultou na primeira classificação da paisagem Cultura da UNESCO e “envolve responsabilidade, história, prevenção e reconhecimento pelo património, salientou.

A data foi também assinalada com o lançamento de um livro comemorativo dos 70 anos da UNESCO, composto por depoimentos de várias personalidades associadas à Organização em Portugal e com a entrega das candidaturas do Agrupamento de Escolas Monte da Lua e do Centro de Formação de Professores NOVAFOCO à Rede de Escolas Associadas da UNESCO.

  • unesco_01.jpg
  • unesco_02.jpg
  • unesco_03.jpg

Image