Image

Sintra comemora hoje 864 anos da sua constituição como município

Vila-de-Sintra

Em 1154, D. Afonso Henriques, Rei de Portugal, outorgou à Vila de Sintra a Carta de Foral, documento real que estabeleceu administração, deveres e privilégios ao município.

Foram, então doadas trinta propriedades nos arredores de Lisboa, a moradores do Castelo de Sintra, para que esses pudessem promover o crescimento de Sintra.

No Foral estavam fixados os limites do território sintrense “para lavrar e plantar”: desde Almosquer, pela vertente vai pelos outeiros, servindo de limite o caminho público que passa em Cabriz até ao monte e que dessa vertente vai pelos outeiros até ao limite de Cheleiros de onde segue até ao rio em Galamares. E se mais crescerem os habitantes (gentes), cresçam para eles os herdamentos, conforme aprouver ao rei”.

Verdadeiro código de administração da justiça, que subsistiu até 1514, quando D.Manuel I o reformulou.

 

Image