Mais de 600 pessoas na primeira “Ópera de Rua”

Mais de 600 pessoas marcaram presença no largo do Palácio Nacional de Queluz, este sábado, para assistirem à primeira gala de “Óperas de Rua”, realizada pela “Ópera Delirium” (Ópera do Castelo), com obras de Bizet, Verdi, Mozart, Leoncavallo, entre outros.

O próximo espetáculo realiza-se no dia 5 de julho, no terreiro do Palácio Nacional de Sintra, com entrada gratuita. A emoção e intensidade dramática da ópera saem para a rua ao encontro dos seus habitantes e visitantes, num projeto de proximidade com a comunidade.

Esta é uma iniciativa da Câmara Municipal de Sintra que pretende levar a música a diversos locais do concelho gratuitamente, com exceção dos espetáculos realizados na Quinta da Regaleira. As Óperas na Rua promovem a democratização ao acesso de espetáculos de ópera, habitualmente, pouco acessíveis à maioria da população.

As óperas na rua são para todos os gostos e idades, para envolver e surpreender moradores e visitantes, numa experiência única, no coração da cidade, em pleno bairro, no meio da rua e próxima do público.

O Largo Rainha Dona Amélia, o Largo N. Sr.ª da Natividade em Mem Martins, a Praça Salgueiro Maia em Massamá, os Jardins da Quinta da Fidalga em Agualva-Cacém e a Praceta Sacadura Cabral em Rio de Mouro são os próximos locais que irão receber as Óperas na Rua.

 

Image