Image

Germana Tânger – a voz da poesia deixou-nos

germanatanger

A atriz, encenadora, declamadora, pedagoga e divulgadora da poesia portuguesa, Germana Tanger, morreu esta segunda-feira com 98 anos.

Dirigiu e encenou diversos espetáculos, de onde se destaca o Festival de Sintra, palco de grandes concertos emblemáticos, colaborou intensamente com a Associação Chão de Oliva e com o Grupo de Teatro de Sintra, foi, ainda, pioneira nos espetáculos Luz e Som, em meados dos anos oitenta, na fachada do Palácio Nacional de Sintra.

A sua casa, no Arrabalde de Santa Maria, em Sintra, é a mesma onde ficou hospedado Hans Christian Andersen quando visitou Sintra em 1866.

Figura de relevo sintrense – em Cabriz há uma rua com o seu nome – foi distinguida pela Câmara Municipal de Sintra com a Medalha de Mérito Municipal – Grau Ouro.

Image