Image

Flamenco do Trio Arbós no Festival de Sintra

Um diálogo entre o flamenco tradicional e a música clássica dos nossos dias é a proposta do Trio Arbós no concerto “Flamenco Envisioned” que se realiza no Palácio Nacional de Sintra, no dia 7 de outubro, às 18h00.

Fandangos, malagueñas, tientos, tangos e bulerías são apresentados em confronto com criações novas de compositores como Maurício Sotelo, Elena Mendoza, Jesús Torres, Thierry Pécou, numa viagem fascinante através da música poderosa da península ibérica de raízes multiculturais.

Galardoados com o Prémio Nacional de Música de Espanha, o trio é formado pela violinista Cecilia Bercovich, o violoncelista José Miguel Gómez, e o pianista Juan Carlos Garvayo.Fundado em 1996, tem o nome do violinista, maestro e compositor espanhol Enrique Fernández Arbós (1863-1939). Está sediado em Madrid e é considerado já um dos mais reputados ensembles de câmara europeus.

O seu repertório abrange do clássico ao romantismo (os trios completos de Mozart, Beethoven, Schubert, Mendelssohn, Schumann, etc.), até à contemporaneidade com obras encomendadas para o trio como parte importante dos seus concertos.

Georges Aperghis, Toshio Hosokawa, Ivan Fedele, Mauricio Sotelo, Luis de Pablo, Jesús Torres, Hilda Paredes, Roberto Sierra, Bernhard Gander, Aureliano Cattaneo, César Camarero, José María Sánchez Verdú, José Luis Turina, são alguns dos mais reputados compositores que lhes dedicaram obras. O Trio também tem colaborado com Pascal Dusapin, Jonathan Harvey, Cristóbal Halffter, Salvatore Sciarrino e Beat Furrer, entre outros.

Mais informações em www.festivaldesintra.pt

Image