“Entre O Signo da Cruz e O Signo do Crescente” inaugurada por Basílio Horta

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, inaugurou esta quarta-feira a exposição “Entre O Signo da Cruz e o Signo do Crescente” no MASMO - Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, em Sintra, e que pode ser visitada gratuitamente.

Esta exposição conta com centenas de peças que remontam às épocas islâmica, medieval e moderna. Testemunhando e levando o visitante a percorrer o quotidiano das populações multiculturais, de judeus, mouros e cristãos, que habitaram os lugares de Sintra.

Basílio Horta sublinhou que “Sintra é um lugar com uma imensa riqueza arqueológica, testemunho de como a nossa cultura é a fusão de diferentes origens e crenças dos povos e das comunidades.”

“A tolerância para com o outro pode começar por aqui, pela noção de que mistura dos nossos saberes e da nossa história são prova de que é mais forte aquilo que nos une do que aquilo nos afasta” mencionou o autarca.

A cultura material fluiu durante os tempos, sendo comum a todas as comunidades independentemente da origem ou da crença. Esta fusão de culturas e saberes culmina e representa as populações conhecidas desde sempre como “saloios”, principalmente formadas e conhecidas como tal durante este período e representadas nos objetos e materiais em exposição.

A entrada no MASMO - Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas é gratuita e o espaço pode ser visitado de terça a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.