Image

Concerto do Quinteto de Sopros da Orquestra Sinfónica Juvenil em Queluz

A Escola Secundária Padre Alberto Neto, em Queluz vai ser palco para o concerto gratuito do Quinteto de Sopros da Orquestra Sinfónica Juvenil, no dia 2 de outubro, às 17h00.


Neste concerto didático, inserido no 53º Festival Internacional de Música de Sintra, o quinteto vai tocar obras de Gustav Holst, Jacques Ibert e Anton Reicha.

Fundada em 1973, a Orquestra Sinfónica Juvenil é, hoje, reconhecida como uma instituição fundamental no nosso panorama músico-pedagógico.

Sendo em Portugal a única orquestra de jovens com atividade permanente, desempenha um papel fulcral na formação de jovens músicos, numa perspetiva de aperfeiçoamento de alto nível e profissionalização.

Nestes 45 anos de existência, a Orquestra Sinfónica Juvenil recebeu e formou muitos dos atuais instrumentistas das nossas orquestras, incentivou e deu a conhecer ao público muitos jovens solistas e levou a sua ação em favor da cultura musical a todo o país, contribuindo para a criação de novos públicos.

Contando nos seus quadros com 80 elementos das diversas escolas de música da área de Lisboa, o seu repertório, em permanente renovação, é ambicioso e vasto: foram já tocadas mais de 800 obras abrangendo os séculos XVIII, XIX e XX.

A Orquestra Sinfónica Juvenil e os seus agrupamentos são convidados para atuar em importantes acontecimentos artísticos.

Para além dos Maestros-Titulares (Alberto Nunes de 1973–83) e Christopher Bochmann (desde 1984) foi dirigida por Francisco d’Orey, Jorge Matta, António Saiote, Roberto Perez, Georges Adjinikos, José Palau, Andrew Swinerton, Vasco Azevedo, Julius Michalsky, Pedro Amaral e Filipe Carvalheiro.

Escola Secundária Padre Alberto Neto
Avenida Paiva Couceiro, Queluz

Mais informações em www.festivaldesintra.pt