Image

Programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras" implementado em Colares

A Câmara Municipal de Sintra assinou um protocolo no âmbito do Programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras" que visa a defesa da floresta e das pessoas, esta quinta-feira, em Colares.

O protocolo de colaboração para execução do Programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras", nas povoações de Banzão e Mucifal, Colares e Vinagre e Eugaria e Gigaroz, na freguesia de Colares, foi assinado entre Município de Sintra, a freguesia de Colares e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Almoçageme.

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, referiu que “este protocolo trata-se de uma ferramenta para a nossa proteção, é um instrumento de garantia de pessoas, de bens e do património, e permite chamar as pessoas à proximidade do terreno pois mobiliza a população para este trabalho de protecção”. “Desde o primeiro mandato a proteção civil é a nossa prioridade, proteger os nossos munícipes e bens”, concluiu o edil.

O programa tem como objetivos, incentivar a consciência coletiva de que a proteção é uma responsabilidade de todos, apoiar o poder local na promoção da segurança, implementar estratégias de proteção das localidades face a incêndios rurais e sensibilizar as populações para a adoção de práticas que minimizem o risco de incêndio.

No âmbito deste programa que procura garantir uma maior proteção das aldeias em caso de incêndio, foram designados oficiais de segurança, figura que tem como missão transmitir avisos à população, organizar a evacuação do aglomerado, em caso de necessidade, e fazer ações de sensibilização junto da população.

O sistema será gerido pela autarquia através do Serviço Municipal de Proteção Civil, em articulação com a freguesia de Colares e com a colaboração permanente dos Bombeiros Voluntários de Colares.

Campanha "Sintra Chama" apela à limpeza de terrenos

Image
Image