Image

Programa cultural de Sintra em debate no segundo Conselho de Cultura

Na sua segunda reunião, realizada esta terça-feira, em Odrinhas, o Conselho de Cultura juntou à mesa o Conselho de Opinião da Paisagem Cultural de Sintra para debater o programa cultural da autarquia.

Na abertura da reunião, o Presidente da Camara Municipal de Sintra, Basílio Horta revelou o projeto para o Vale da Raposa, junto ao Jardim da Correnteza, no centro da Vila de Sintra, de criação de um Jardim Romântico de Sintra, para fruição dos munícipes e visitantes. Recorde-se que a autarquia avançou no início do mês com uma vasta operação de limpeza dos terrenos no Vale da Raposa. Muito mato, falta de manutenção e lixo acumulado, tornavam os terrenos do Vale da Raposa num potencial perigo, e assim a autarquia assumiu a sua limpeza de forma a prevenir incêndios.

Foi também comunicado a reabilitação Quinta da Ribafria, um espaço de grande riqueza natural e arquitectónica que abriu ao público em 2015 e que agora vai ser alvo de uma profunda reabilitação.

Por fim, foi feita uma breve apresentação do 53º Festival de Sintra, pela ex-ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas. Este ano o mítico festival decorre em setembro e pretende ligar a música à literatura.

O Conselho Municipal de Cultura tem como missão promover o diálogo e a cooperação entre a autarquia, os agentes culturais do concelho e personalidades de reconhecido mérito cultural, contribuindo, assim, para o desenvolvimento das atividades culturais do Município de Sintra.

Compete também ao Conselho desenvolver um olhar crítico sobre as estratégias e iniciativas culturais do município, sugerindo alterações que as enriqueçam.