Feira do Livro e das Tasquinhas anima Queluz este fim de semana

Queluz vai receber a Feira do Livro e das Tasquinhas, de 21 a 30 de junho. Uma oportunidade única para encontrar livros a preços mais acessíveis e degustar a gastronomia local e nacional.

Esta iniciativa, de entrada gratuita, terá lugar no Parque Urbano Felício Loureiro, espaço ideal para a promoção e o gosto pela leitura, associado ao prazer da degustação.

Sintra vai estar em festa por altura dos festejos em honra de São Pedro de Penaferrim, padroeiro do município, de 21 a 30 de junho. Os festejos, com entrada livre, vão ter lugar no Largo D. Fernando II com música, artesanato, animação de rua e muito mais.

O tema “Tecnologia e Linguagem” será debatido na Biblioteca Municipal de Sintra, no dia 22 de junho, às 15h00, com entrada é livre. Este debate está inserido nos encontros mensais “Conversas com Gonçalo M. Tavares” sobre os grandes temas do século XXI.

A Gimnoanima - Associação Desportiva de Sintra vai realizar o “Festival GIMNOANIMA 2019”, com o tema “Jogos & Jogos”, no dia 20 de junho, às 15h30 e às 20h30, no Pavilhão da Escola Básica Ferreira de Castro, em Mem Martins.

Realiza-se em Manique de Cima o “24º Grande Prémio de Atletismo de Manique de Cima”, décima terceira prova do calendário do Troféu “Sintra a Correr”, no dia 23 de junho, às 9h30.

A Casa Museu Leal da Câmara tem patente a exposição temporária “Casas de Campo na Rinchoa e Mobiliário de Autor” que mostra os projetos das várias vivendas de veraneio, concebidos por Mestre Leal da Câmara e por outros arquitetos seus contemporâneos, as quais foram, posteriormente, construídas na Rinchoa, através da empresa ‘A Realizadora’, nas décadas de 1930 e 1940.

O MU.SA – Museu das Artes de Sintra tem patente a exposição “O Espaço ilimitado da pintura” obras da coleção de Nadir Afonso, que se insere nas comemorações do centenário do nascimento do pintor, datado de 4 dezembro de 1920. Grande parte das obras expostas são da coleção de Laura Afonso, viúva do pintor, e da Fundação Nadir Afonso.  

Até 23 de junho, a Vila Alda vai ser palco da peça de teatro "1904 – Inauguração do Elétrico", aos sábados às 22h00 e aos domingos às 17h00. Um espetáculo de teatro e beberete queirosiano, que replica o momento da inauguração do elétrico em 1904, onde Eça de Queirós, Dâmaso Salcede, Titi, um jornalista Inglês e dois saloios se envolvem em conflitos literários e culturais em torno do elétrico e do vinho de Colares.

A exposição de fotografia “Como eu te vejo…Sintra”, de Luís Rodrigues, está patente até dia 29 de junho, nos Paços do Concelho, em Sintra. Sendo um amante da Natureza e tendo como pano de fundo uma das mais belas serras de Portugal, Sintra foi desde sempre a sua maior inspiração.