Temporada de Música volta aos Palácios Nacionais da Pena, de Sintra e de Queluz

00000005744070
Categoria
Música
Data
2022-10-14 - 2022-11-15

Neste outono, a música, elemento central na vida cultural da corte, volta a aquecer os serões dos Palácios Nacionais da Pena, de Sintra e de Queluz, evocando as suas antigas vivências. Entre 14 de outubro e 5 de novembro, artistas reconhecidos nacional e internacionalmente fazem destes Palácios o seu palco e oferecem ao público experiências únicas que aliam música e património.

Ao todo, são oito concertos, um deles dirigido especialmente às famílias, que percorrem três séculos – XVII, XVIII e XIX − que deram ao mundo compositores como Bach, Vivaldi, Gluck, Mozart, Beethoven, Dvořák ou Mahler. Génios que eternizaram as sonoridades do Barroco e do Romantismo, cujas obras são viagens no tempo e no espaço.

Temporada de Música da Parques de Sintra, com direção artística de Massimo Mazzeo e organização conjunta com a Divino Sospiro – Centro de Estudos Musicais e Setecentistas de Portugal, inclui ainda uma masterclasse organizada em parceria com o prestigiado Centre de Musique Baroque de Versailles.

O romântico Salão Nobre do Palácio Nacional da Pena acolhe dois concertos desta Temporada de Música. A abrir o programa, a 14 de outubro, ali atuam os Portuguese Chamber Soloists, com o concerto "Os grandes compositores para sopros e piano". Apresentando obras de Mozart, Schubert, Beethoven, o ensemble de câmara reviverá os serões musicais que D. Fernando II organizava para os seus convidados, no século XIX.

No dia 21 de outubro, evocam-se as soirées musicais promovidas pelo Rei-Artista na Pena. O pianista João Paulo Santos convida Susana Gaspar (soprano), Patrícia Quinta (mezzo soprano) e Lurdes Carneiro (fagote) para um concerto dedicado à “Boémia - Conservatório da Europa”, cujo alinhamento integra peças de compositores determinantes para a estética musical europeia do século XIX, como Dvořák e Mahler.

No coração da vila, o milenar Palácio Nacional de Sintra é outros dos palcos incontornáveis desta Temporada de Música. Centro de um território gerido pelas Rainhas de Portugal, não podia haver melhor cenário para o concerto “Parnaso no Feminino”, do agrupamento Le Concert de l’Hostel Dieu, que acontece a 15 de outubro, na Sala dos Cisnes. Realizado no âmbito da Temporada Portugal-França 2022, este concerto será uma oportunidade para conhecer obras de várias compositoras do Iluminismo, com destaque para Elisabeth-Claude Jacquet de la Guerre, protegida do rei Luís XIV.

No esplendoroso Palácio Nacional de Queluz, verdadeiro ícone do estilo Barroco, decorrem cinco concertos desta Temporada de Música. A 22 de outubro, na Sala do Trono, o violinista Erich Hobart e o cravista Aapo Häkkinen apresentam um programa imperdível para os fãs de Johann Sebastian Bach: as seis sonatas para violino e cravo obbligato deste compositor que marcou o século XVIII.

No Auditório do Palácio Nacional de Queluz, entre 25 e 27 de outubro, das 10h00 às 18h00, decorrem as sessões da masterclasse “Charpentier: Missas e Motetos”, sob a orientação do reconhecido maestro e pedagogo, especialista em técnica vocal e Música Antiga, Fabien Armengaud. Trata-se de uma iniciativa igualmente organizada no âmbito da Temporada Portugal-França 2022.

No dia 28 de outubro, novamente na Sala do Trono, atua o agrupamento Le Concert de la Loge, também com o apoio da Temporada Portugal-França 2022. “No Salão do Palais Royal” transporta o público para as vésperas da Revolução Francesa e é uma homenagem à música dos salões que caracterizou este tempo, em que se destacaram compositores como Sacchini, Gluck, Lemoyne e Vogel. Do alinhamento faz parte um concerto para piano, uma sinfonia de salão e árias de ópera francesas da época.

No dia 30 de outubro, na mesma sala, há concerto para famílias. Num formato especialmente concebido para o público mais jovem, a Orquestra Divino Sospiro apresenta 'Dom Quixote no Casamento de Comacho', de Georg Philipp Telemann. O compositor inspirou-se no famoso personagem de Cervantes para criar uma divertida serenata que pega no episódio casamento de Comacho com Quitéria.

A 4 de novembro, Stefania Neonato regressa à Sala da Música do Palácio Nacional de Queluz para trazer de novo à vida o raro pianoforte histórico deste palácio, num programa intitulado "Pianistas itinerantes e a criação da Europa" que percorre obras de Bomtempo, Beethoven e Clementi, construtor do instrumento que o público ouvirá tocar.

A encerrar esta Temporada de Música, no dia 5 de novembro, a Orquestra Divino Sospiro e o Nova Era Vocal Ensembre apresentam “Sacro Vivaldi – a música sacra do padre ruivo”, na Sala do Trono. Fora do âmbito dos concertos instrumentais, pelos quais é sobejamente conhecido, Antonio Vivaldi também compôs música sacra. Neste concerto, o público é convidado a explorar uma faceta menos conhecida do célebre compositor de “As Quatro Estações”.

Os bilhetes para a Temporada de Música podem ser adquiridos na bilheteira online da Parques de Sintra ou nas bilheteiras físicas dos espaços geridos pela empresa.

 

 
 

Todas as datas

  • De 2022-10-14 a 2022-11-15