Image

COVID-19 | Plano de desconfinamento do município de Sintra

A Câmara Municipal de Sintra apresentou o plano de desconfinamento do concelho, em resultado do fim de estado de emergência e dá lugar à fase de recuperação da atividade económica e vida em sociedade.

As regras gerais determinam a permanência na rua apenas pelo tempo estritamente necessário à realização de atividades essenciais, o distanciamento mínimo de 2 metros entre pessoas, a proibição de eventos ou ajuntamentos com mais de 10 pessoas, a lotação máxima de 5 pessoas/100 m2 em espaços fechados e funerais com a presença exclusiva de familiares, com recomendação do uso de máscara.

Conheça as principais medidas:

TRABALHO

O exercício profissional continua em regime de teletrabalho, sempre que as funções o permitam e a partir de 1 de junho, teletrabalho parcial, com horários desfasados ou equipas de trabalho, quando aplicável.

SERVIÇOS PÚBLICOS

A reabertura dos espaços do cidadão e postos de atendimento, com uso obrigatório de máscara e atendimento por marcação prévia.
A partir de 1 de junho reabrem as lojas de cidadão também com uso obrigatório de máscara, atendimento por marcação prévia.


EDUCAÇÃO

A 18 de maio as escolas voltam a funcionar e a partir de 1 de junho o ensino pré-escolar, será obrigatório o uso de máscaras (exceto crianças em creches e jardins de infância).


CULTURA

As bibliotecas e arquivos municipais estão em atividade desde 6 de maio e a partir de 18 de maio reabrem os museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares, ambos com uso obrigatório de máscara e higienização das mãos.
A partir de 1 de junho reabrem os cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos com lugares marcados, lotação reduzida e distanciamento físico.


DESPORTO

É permitida a prática de desportos individuais ao ar livre, desde que sem a utilização de balneários nem piscinas.

Consulte AQUI o despacho.

 

Image