Sintra investe mais de um milhão de euros no Bairro da Fonte Longa

A Câmara Municipal de Sintra aprovou a abertura de concurso público, no valor de 1 milhão e 115 mil euros, para a empreitada de construção da rede de abastecimento de água, drenagem de águas residuais domésticas e contentor de resíduos sólidos no Bairro da Fonte Longa, em Sintra.
 
Com um prazo de execução de 360 dias, a empreitada compreende a remodelação da rede de distribuição de água, com a renovação de 70 ramais domiciliários, assim como a substituição das condutas adutoras que abastecem esta área urbana situada na envolvência da Estrada de Chão de Meninos. Uma intervenção dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS de Sintra) que vai beneficiar cerca de 200 habitantes.

Este investimento, aprovado esta terça-feira em reunião de executivo, é para o presidente da autarquia de Sintra, Basílio Horta, “necessário na medida que vai permitir suprir as necessidades de infraestruturas básicas da nossa população”, referindo ainda que “não podemos conviver com zonas dentro do nosso concelho onde não exista saneamento ou onde o abastecimento de água não é regular”.

As obras vão abranger, ainda, a construção da rede de águas residuais domésticas, numa extensão de cerca de 2 km, com a drenagem gravítica até à Estrada de Chão de Meninos que, por sua vez, encaminhará o efluente até à rede de drenagem da Portela de Sintra. A empreitada contempla, ainda, a instalação de um novo ponto de recolha de resíduos urbanos, na junção da Rua Rodrigo Delfim Pereira com a Rua Albino José Batista.

Entre 2021 e 2025, os SMAS de Sintra têm a decorrer investimentos que compreendem mais de 80 milhões de euros para a gestão e inovação dos sistemas de água e resíduos.
Image